Com o volume crescente de informações processadas pela internet, aumenta também a preocupação das empresas quanto aos riscos de ataques cibernéticos. E tais ações maliciosas podem causar sérios transtornos a sua empresa, funcionários e clientes. 

E para ajudá-lo a se proteger, aqui vamos abordar os tipos de ataques mais relevantes. Leia nosso artigo até o fim para saber como preveni-los e não expor dados sigilosos às ameaças que se multiplicam no universo virtual. 

1. Phishing

Esse ataque é muito comum, pois o malware coloca uma mensagem na internet para atrair os usuários e capturar os seus dados pessoais, como senhas de banco, e-mails e documentos.  Desse modo, para evitar phishing, é preciso ter muito cuidado com anúncios promocionais duvidosos em páginas, mensagens, redes sociais etc. Não é prudente clicar em links desconhecidos que podem trazer riscos para o seu aparelho.

2. Softwares maliciosos

Outro ataque cibernético muito perigoso para os usuários ocorre com os softwares maliciosos, como malwares, spywares e ransomwares. Esses vírus podem entrar no computador e gerar violações de segurança para danificar o sistema.

Para evitar softwares maliciosos, é preciso analisar a procedência do aplicativo ou da ferramenta que se deseja utilizar, buscar bons antivírus e ferramentas eficazes de segurança.

3. Scareware

É uma ameaça que transmite uma mensagem para o sistema, induzindo os usuários a comprarem um software inútil e perigoso. Isso faz com as pessoas baixem códigos maliciosos e deixem os seus computadores vulneráveis.

Sempre tenha muito cuidado ao clicar em links ou instalar programas desconhecidos.

4. Bluebugging

Bluebugging é uma invasão que ocorre em aparelhos com a tecnologia Bluetooth. Esse ataque cibernético captura os sinais pela rede local. Os hackers tentam roubar os dados e as senhas de celulares e notebooks conectados a ela.

Para evitar esse perigo é recomendável deixar o Bluetooth da sua máquina ligado somente quando for necessário, uma vez que alguns usuários se esquecem de desativá-lo e deixam os seus aparelhos vulneráveis.

5. Ataque DDoS

Os ataques DDoS (ataque de negação de serviço) são usados para interromper o acesso a um determinado site. Com isso, os hackers fazem com que os recursos de um sistema estejam indisponíveis para os seus usuários.

Você deve se prevenir disso, alterando a localização dos servidores e evitando pontos de falhas, além de proteger a infraestrutura da sua empresa, detectando com antecedência essas ameaças.

6. Golpes por meio das redes sociais

Os golpes por meio das redes sociais têm sido cada vez mais frequentes, sendo um dos veículos mais usados para ataques cibernéticos. Por exemplo, o phishing utiliza o Twitter para transmitir uma mensagem, dizendo: “veja o que escreveram sobre você nessa manhã”. O intuito é de roubar informações dos usuários.

É importante observar com atenção tudo o que é compartilhado em redes sociais, pois algumas vezes as pessoas enviam, sem saber, vírus que podem infectar muitas máquinas.

Você aprendeu, neste post, os 6 principais tipos de ataques cibernéticos, além de algumas dicas de como preveni-los. É útil que você coloque em prática tudo o que foi ensinado para garantir a proteção das informações da sua empresa.

Este texto foi útil? Então, assine a newsletter e receba as nossas atualizações em sua caixa de entrada!